Atalhos de Teclado que todo SysAdmin precisa saber - Certificação Linux

Atalhos de Teclado que todo SysAdmin precisa saber

By Prof. Uirá Ribeiro | Linux

dez 15

Você sabe o que diferencia um usuário profissional de um usuário comum? Domínio sobre os atalhos de teclado.

Tudo bem! Isso não é a única coisa, mas é, sem dúvida, um fator.

Atalhos ajudam você a ser mais produtivo e eficiente com qualquer ferramenta que você usa. Apenas pense nisso. Se alguém mantiver o mouse todo o caminho para baixo para copiar todo o texto em vez de Ctrl + A, como você se sentiria a respeito?

O terminal Linux não é uma exceção. Existem certos atalhos de terminal do Linux que todo usuário deve conhecer e praticar.

Confie em mim; Depois de dominar esses atalhos, você perceberá como é bom usando a linha de comando do Linux.

1. Tab  (auto-completar)

Basta começar a digitar um comando, nome do arquivo, nome do diretório ou até mesmo opções de comando e aperte a tecla tab. Ele irá automaticamente completar o que você estava digitando ou mostrará todos os resultados possíveis para você.

2. Ctrl c  (interrompe um programa)

Estas são as teclas que você deve pressionar para sair de um comando ou processo em um terminal. Isso interromperá imediatamente um programa em execução.

Se você quiser parar de usar um programa em execução no primeiro plano, basta pressionar esta combinação de teclas.

3. Ctrl z   (segundo plano)

Este atalho irá enviar um programa em execução em segundo plano. Normalmente, você pode conseguir isso antes de executar o programa usando a opção &, mas se você esqueceu de fazer isso, use esta combinação de teclas.

4. Ctrl d   (desconexão)

Este atalho de teclado desconecta você do terminal atual. Se você estiver usando uma conexão SSH, ela será fechada. Se você estiver usando um terminal diretamente, o aplicativo será fechado imediatamente.

5. Ctrl L   (limpa o terminal)

Como você limpa sua tela de terminal? Eu acho que usando o comando claro.

Em vez de escrever C-L-E-A-R, você pode simplesmente usar Ctrl + L para limpar o terminal. Muuuuito melhor, não é?

6. Ctrl a  (move p/ inicio da linha)

Este atalho moverá o cursor para o início da linha.

Suponha que você digitou um longo comando ou caminho no terminal e deseja ir para o início dele, usando a tecla de seta para mover o cursor levará bastante tempo. Observe que você não pode usar o mouse para mover o cursor para o início da linha.

7. Ctrl e  (move p/ final da linha)

Esse atalho é um pouco oposto ao Ctrl + A. Ctrl + A envia o cursor para o início da linha, enquanto Ctrl + E move o cursor para o final da linha.

8. Ctrl u  (apaga a linha)

Digitado um comando errado? Em vez de usar o backspace para descartar o comando atual, use o atalho Ctrl + U no terminal do Linux. Este atalho apaga tudo, desde a posição atual do cursor até o início da linha.

9. Ctrl k  (apaga do cursor em diante) 

Este é semelhante ao atalho Ctrl + U. A única diferença é que, em vez do início da linha, ela apaga tudo, da posição atual do cursor até o final da linha.

10. Ctrl w  (apaga uma palavra)

Mas e se você só precisa excluir uma única palavra? Use o atalho Ctrl + W.

Usando o atalho Ctrl + W, você pode apagar a palavra anterior à posição do cursor. Se o cursor estiver em uma palavra em si, apagará todas as letras da posição do cursor até o início da palavra.

11. Ctrl y  (cola de volta)

Isto irá colar o texto apagado que você viu com os atalhos Ctrl + W, Ctrl + U e Ctrl + K. Vem à mão no caso de você ter apagado o texto errado ou se você precisar usar o texto apagado em outro lugar.

12. Ctrl p  (comando anterior)

Você pode usar este atalho para visualizar o comando anterior. Você pode pressioná-lo repetidamente para continuar retornando ao histórico de comandos. Em muitos terminais, o mesmo pode ser alcançado com a tecla PgUp.

13. Ctrl n  (próximo comando)

Você pode usar este atalho em conjugação com Ctrl + P. Ctrl + N exibe o próximo comando. Se você estiver visualizando comandos anteriores com Ctrl + P, poderá usar Ctrl + N para navegar para frente e para trás. Muitos terminais têm esse atalho mapeado para a chave PgDn.

14. Comando “alias”

Você digitou uma combinação de comandos legais que tem que repetir sempre? Use o comando alias para criar seu próprio atalho:

$>  alias conexoes=”netstat -plan|grep :80|awk {‘print $5’}|cut -d: -f 1|sort|uniq -c|sort -nk 1″

Follow

About the Author

Graduado em Computação e Mestre em Informática. Atualmente é Diretor Geral da Universidade Salgado de Oliveira responsável por 10 cursos. Tem experiência em telecomunicações, desenvolvimento, e-learning e gestão de pessoas. É autor dos livros Certificação Linux, Sistemas Distribuídos, Metodologia Científica Teoria e Prática, TCC - Trabalho de Conclusão de Curso e 37 Hábitos dos professores altamente eficazes.

Mostrar Botões
Esconder Botões